domingo, 29 de agosto de 2010

No dia do catequista!

Dia corrido, como todo sábado, dia cheio de coisas boas, de sol brilhando no céu azul.
O Edno estava participando do IV Seminário Arquidiocesano de Catequese, realizado na PUC -PR e durou o dia todo. Eu fiquei respossável pela turminha da catequese dele no sábado a tarde. A princípio fiquei um pouco apreensiva pois além de ser uma turma maior que a minha e de idade diferente dos meus eles gostam muito do Edno e isso constitui num desafio a mais. Cativar não e uma tarefa fácil. Graças a Deus tudo correu bem e para descontrair a turma no final fiz uma bricadeira com eles: fizemos uma roda, e todos tinham que se dar as mão desde que não dessem a mão para o amigo ao lado e nem as duas mão para o mesmo amigo. Assim emaranhados, eu soltei uma das mãos e começamos a desatar aquele nó, muitas risadas depois e um tal de estica e puxa e abaixa e levanta estávamos livres do entrevero... voltei correndo pra casa pra dar uma arrumada na bagunça. Depois voltar para a missa das 17h, onde recebemos um singela homenagem pelo dia do catequista... Mas a noite ... foi ainda mais especial.
De tira gosto... olha só quem nós vimos...

video

Era um show em comemoração ao dia do bancário, fomos com a Dalva e o Altair e foi muito bom! Tiramos fotos, filmamos um pouquinho de cada música mas este momento foi um dos mais bonitos quanto todos cantaram junto com Almir. Música boa, em boa companhia, num dia abençoado de muitas alegrias. Ver Almir Sater de perto tocando a viola como ninguém, com sua voz linda e sua poesia singela, não tem coisa melhor pra fechar a noite. Saímos de lá, com o coração acalentado e o sorriso de orelha a orelha. Dormimos com o eco da viola e da melodia embalando o sonho... Eu o admiro porque ele canta sem fazer esforço, parece que a voz simplesmente sai dele com naturalidade, ao contrário de outros ...

Ai ai... agora é hora de ninir... com o meu violeiro.... que ainda não toca como o Almir Sater, mas é meu... hehehehehe

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

A chácara e as crianças...

A taipa que meu pai está quase terminando...

Desde pequenina, a Bea ia para a chácara com meus pais. Não era nada fácil pra mim aqueles dois dias longe da Bea, mas eu sabia que ela estava sendo bem cuidada e que ia se divertir muito na chácara com o vovô e a vovó. COmo o Edno fazia faculdad e a noite e eu ficava em casa sozinha, sempre inventava algo para passar o tempo, como por exemplo pintar as parede do nosso quarto...



Eu experimentando um delicioso bolo de barro coberto com pétalas! rsrsrsrs

Meus pescadores...

Nosso pequeno padeiro...

Esta semana foi a primeira vez que o Théo foi sozinho com meus pais para passar dois dias lá. A casa ficou nu silêncio que há tempos não se via por aqui. Com o silêncio o vazio. Até a Bea percebeu. Eu e o Edno cnseguimos conversar na hora do jantar sem nenhuma interrupção! e olha isso é a coisa mais difícil pois nessa hora o pai e mão são requisitados e experimentados em toda sua paciência pelos filhos que querem também dividir o seu dia conosco... eta tarefa das mais complicadas de serem cumpridas sem que um ou outro perca a calma, hehehehehehe Mas nesta segunda feira, tudo correu na mais completa calmaria e totalmente fora da rotina!
Bem, mas estou aqui pra contar, que ontem a noite o pimpolho voltou, alegre e serelepe, contando as aventuras que fez por lá.

Aqui a vovó e o Théo no alto da taipa...


Aqui os ajudantes do meu pai, hehehe

E disse que até deixou uns brinquedos por lá, porque vai voltar... ai meu Deus!

Um beijinho
Josi

domingo, 22 de agosto de 2010

Trabalhos da semana

Pode parecer que esta semana trabalhei pouco... mas não é bem assim...
Esta semana foi bem corrida.
Fiz este porta jóias de encomenda e ainda tenho um quadrinho que também é encomenda da minha amiga Cris, minha vizinha...

Este porta lápis muito fofo é pra a Ro dar de presente para seu afilhado Pedro...

Este é para ficar na janela da sala ... explico... eu coloco uns objetos na janela pra quem passa na rua ver e ficar curioso... como minha rua é sem saída e tranquila, é escolhida para passeios de mães com carrinhos de bebê... assim meu trabalhos são vistos, é outra janela além do blog... que é uma janela mais ampla.


Também fiz outras coisas essa semana, lembrancinhas para os catequizandos, o blog da catequese, o blog do jornal da paróquia que o padre solicitou, limpei a casa lavei roupas cuidei dos filhos e dos gatos e do meu gato (Edno) e ainda arranjei um tempinho para levar um susto... Fui assaltada na sexta em plena 4h da tarde por uma moça bem vestida e devidamente maquiada e perfumada... eu e a Bea estávamos no ponto do ônibus, numa rua movimentada aqui do bairro, em frente ao posto de saúde quando uma moto parou e a moça que estava na garupa da moto desceu com seu capacete pink me assaltou, simples assim, levou meu celular e o dinheiro do ônibus... disse que cara estava armado e eu fiquei sem ação, sem ver placa da moto sem saber o que fazer. A Bea ficou muito assustada e o remédio foi voltar pra casa e cancelar a consulta. Tem remédio pra isso? É revoltante e a gente se sente invadido, ridicularizado... e a revolta é saber que não fui a primeira e não serei a última. Minha cidade, que era tranquila, era, não é mais. Meu país mascarado de sorrisos do período eleitoral anda assustado por baixo da máscara.
Fazer oque?
Votar?
Duvido que resolva...
um beijinho a todos e bom fim de semana.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Coisas que ela ama...

Lá vem ela... foi comprar pão e eu fico no portão olhando quando ela aparece lá longe na esquina e vem rápida, quase correndo pois sabe que eu tenho bastante trabalho lá dentro de casa... e não saoi daqui até que ela chegue...
A medida que se aproxima eu vejo essa menina que cresce e se transforma. Logo será uma moça menina, que anda nesse patinete jurássico, que ri muito e que faz cara feia pra secar a louça... normal pra idade...

No carro, ela escuta música e canta bonito,
gosta de Marisa Monte, Maria Gadú, Adriana Calcanhoto e Partimpim, Vanessa da Mata, Maria Rita,
Pato Fu, Caetano e Lenine.
Ah, não posso esquecer do cd MAMA MIA... rsrsrs que ela adora escutar nas viagens...

Brinca de Polly...
Mais Polly...
Dá-lhe Polly..
Polly saindo pela janela...

Polly pela casa e fora dela...

Tintas, pincéis...

e telas ...

Uma tarde no jardim pra se dedicar ...

Ela faz coleção e uma coisa esquisita... eu ri quando ela me disse que queria fazer coleção de sabonetinhos de hotéis (raramente frenquentamos hotéis) não vi muito futuro para essa escolha, mas olha que a coleção tá crescendo... um amigo nosso, que viaja muito a trabalho se encarrega de aumentar a coleção dela, rsrsrs cada vez que volta de uma viagem, lá vem o Carlão com uma sacolinha, quando a viagem é a passeio, com a família toda, todos guardam um mimo pra Bea...  e ela vibra!

 Outra paixão dela... quebra-cabeças... outro dia ela ganhou do dr. Juan, o dentista, cinco caixas de quebra-cabeças que estavam no consultório para distrair a criançada durante a espera... ela já montou e remontou várias vezes e decidiu fazer dois quadrinhos, colando as peças...

Este ela monta com o Théo pois tem peças grandes e isso facilita as coisas pra ele.. que vai aprendendo a gostar da brincadeira...

Pois é, minha filhota é assim, uma pré adolecente risonha e tranquila que curte música, arte e miudesas. Ela até fez um blog, mas isso é outra história, quando ela conseguir ter mais regulariade pra atualizar, pode valer a pena visitar, mas isso vem com o tempo...
Um beijinho a todos... amanhã posto os trabalhinhos da semana...

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Um domingo diferente...

Como essa época é bem fria aqui em Curitiba, geralmente os domingos são aproveitados em casa, no sofá, aquecidos com cobertores, e aquecedor ligado...
Neste domingo, porém... meus pais nos proporcionaram um passeio diferente. Uma excursão á Paranaguá, mais precisamente á Igreja de Nossa Senhora do Rocio.
Não chegamos a tempo de assistir a missa, mas a tempo de conhecer o lugar e participar de uma pequena procissão e da bênção... em seguida o almoço, servido aos romeiros e depois prolongamos o passeio até Antonina, este merece outro capítulo...
Então, fotos do Santuário de N. S. do Rocio, padroeira do Paraná:

Eu e o Edno fizemos um cálculo estimado de aproximadamente 500 pessoas na procissão... muitas delas ia segurando um tecido azul que simbolizava o manto da santa...
Muito bonita  a demonstração de fé e os testemunhos das pessoas durante a bênção final.
Ficamos sabendo que aquele santuário também sonha com a ampliação de suas dependências para melhor atender aos romeiros. (Você pode ver um fotógrafo em cim do muro?
É meu pai... ele deve ter feito mais de 100 fotos do passeio, assim que ele me passar as imagens mostro aqui, e aposto que ele vai mostrar no blog dele também)

Aqui registrado o final do manto, muita gente já estava dentro da Igreja nesse ponto da procissão.

Família reunida... ops, falta eu...

Agora, falta a Bea... se o tripé não fosse tão ruim de ficar carregando pra lá e pra cá... e não tinha ninguém por perto pra tirar a foto... nós quase ficamos sem a bênção do padre que esperava os fiéis na escadaria...

Os vitrais eram lindos, pena que haviam alguns quebrados...

Meu pai comprou uma camiseta para cada um de nós. O Théo exibia a dele com orgulho.

Essa coruja estava um tanto incomodada com tanta gente por perto do seu ninho...

Do trapiche, dava pra ver uma parte (bem pequena) do porto de Paranaguá...

Dava até pra fazer um passeio de barco... mas não fomos, dessa vez... da próxima quem sabe...


Vista do trapiche, a igreja lá no fundo, erguida primeiramente como uma simples capela que abrigou a imagem encontrada no mar por um pescador em 1648... Clique aqui para mais informações...

E aqui, a pitoresca Antonina. Cidade centenária que respira Arte e Cultura e também fé. Chegamos a tempo de ver a saída da procissão de Nossa Senhora do Pilar, numa grande festa do povo de Antonina e que recebe um grande número de fiéis vindos de outras cidades da região.


Tranquilidade... só falta as autoridades olharem com mais atenção para essa cidade... pois o descaso com a rede de esgoto, pareceu um problema sério por ali

A casa ainda briga com a mar, para se manter em pé...


A imagem de N.S.do Pilar, sobre o andor desfila pelas ruas da cidade histórica de Antonina...

o Teatro da Cidade... aqui, sobre o Festival de Inverno de Antonina que acontece todo ano no mês de julho.


O fim de semana foi cheio de atrações por aqui.
No blog da Catequese, informações sobre o reunião de sábado...

Só complementando,  fomos em três ônibus, e o passeio foi organizado pela secretaria da Paróquia. Não fiquei com nenhuma foto da turma toda... mas vou pedir pro meu pai, ele é nosso fotógrafo de plantão.

Beijinhos e até mais...

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

trabalhos da semana

Bem... agora que tenho dois lindos gatos andando pela casa, muitas vezes me pego parada olhando eles brincar, olhando eles dormir... e gritando com o  filho, pra que ele deixe os pobres gatinhos sossegados...



Soninho em branco e preto...

Calma, o Théo não maltrata os bichanos, ele só quer brincar com eles e dá umas gargalhadas tão entusismadas que os visinhos já devem estar preocupados, rsrsrsrsrs.

E eu, quase gasto o dia todo nessa nessa tarefa de observar o comportamento dos bichanos e do Théo.
A Bea é mais tranquila, graças a Deus.

Espalho minhas coisas na mesa da copa, aquecedor ligado embaixo da mesa, tapete sob os pés, e começo o trabalho... E aqui pra vcs o resultado...


Conjunto de aparador e porta chaves...


Cabideiro pequeno... acho que pode ser usado para panos de prato, ou para chaves...

Para pendura pulseiras ...

Port filtro... (esse é da minha mãe, mas ela nem quis levar pra casa ... será que ela não gostou? ... brincadeirinha, ela disse pra eu deixar de amostra por um tempo, depois ela leva)
Fofa essa minha mãe, né mesmo?

Um aparador... esse eu gostei tanto... mas não vou colocão-lo na parede .... ainda
é peça única, porque ganhei da Márcia e não vi mais por aí uma peça assim trabalhadinha...

Detalhe...
É isso... algumas das peças que fiz durante a semana...

terça-feira, 10 de agosto de 2010

palhaços... palhacinhos...


Num dia frio, fomos convocados a escola pra ver uma apresentação dos pequeninos.
Que surpresa boa, vê-los assim vestidinhos de palhaços, dançando, nos mostrando orgulhosos o que aprenderam nas aulas de musicalização... Eu estava com conjuntivite naqueles dias e usava um óculos de sol, mesmo com o dia nublado. A Bea, pegou meu celular para fotografar a apresentação do maninho, então, me desculpem pela (baixa) qualidade da foto... Mas o importante mesmo é a lembrança que guardamos desse dia. O Théo é bem extrovertido e tagarela em casa, mas na escola ou em situações assim ele fica tímido... mas nesse dia, ele ficou a vontade junto com os coleguinhas e a professora. Como mãe, e quem é mãe aí deve entender ou perceber a alegria que nos causa ver os pequenos se relacionando com a turminha, se desenvolvendo e aprendendo a viver e se virar, a participar. Depois crescem e na adolescência, naturalmente passam por fazes que permeiam entre o individualismo e os grupos, seja  em casa, na escola, na rua e na comunidade. A cada etapa, uma nova maneira de se relacionar, vão aprendendo lidar com as diferenças e as limitações de cada um. Os limites e os estímulos vão moldando a personalidade e a educação ... É um desafio, gerar uma vida e ser responsável por encaminhar bem um filho. É tarefa que não diz respeito ao quanto se gasta, com o filho, se escola onde estuda é paticular ou não, se as roupas que vestem são de marca, ou se no lanche levam dinheiro para que escolham na cantina... Diz respeito sim á formação, ao carinho que sabe estabelecer regras, ao abraço depois de uma palavra mais dura, ao fazer pensar. Juro que tento e não é fácil. Mas tenho a convicção de que será compensador.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

CHEGARAM!!!

video

Enfim, chegaram! Vindos de Campinas, que ainda não conheço, mas vou conhecer, trazidos pelo Aguinaldo e sua esposa, fruto da generosidade da Silmara e de sua irmã...
Eles vieram dentro de um transportador, bem confortáveis e bem cuidados.
Dingo e Cristal, ainda estão fazendo um reconhecimento de sua nova casa, andam de um lado pro outro, já se alimentaram, e fizeram suas necessidades... acho que estão quase a vontade.
O Théo é que ficou um pouco confuso... primeiro não queria que eu abrisse a gaiolinha deles (ou transportador), pulou pra cima do sofá e fez a irmã tirar do chão todos os carrinhos, com medo que os bichanos os engolissem... coisa de criança que nunca teve um bichinho, dêem um desconto pra ele...
A Bea, que estava numa agonia só, (e que é mais velha - portanto esperou mais tempo por esse momento) está bem feliz... acompanha todo o movimento que os gatinhos fazem pela casa.
Bem... acho que é isso....
Agora, além de mostrar os móveis que nunca estão no mesmo lugar, os AllStar que pinto, as caixinhas de MDF e os santos, e as crianças... também mostrarei os gatinhos, Dingo e Cristal.


Beijinhos a todos vocês.
Josi

terça-feira, 3 de agosto de 2010

a voz no telefone

Quando atendi a ligação nem imaginava, pois passando os olhos pelo visor do aparelho não identifiquei o número que mostrava, não atentei para o prefixo de outro estado, simplesmente atendi, meu alô cotidiano.
A voz suave do outro lado pedia por meu nome... Sou eu. Oi Josi, é a Silmara, disse ela... a ficha demorou um segundo a cair, na cabeça veio a imagem dos caça níqueis formando o trio de frutas iguais, e junto com a imagem, ela dizendo... Silmara Franco... Pena que o telefone não mostra a cara da gente ... ela veria meu sorriso de orelha a orelha, e minha cara de espantosurpresalegriamisturadas... O assunto, bichanos, chegada, bate-volta, fim de semana, amanhã mesmo, ou depois de amanhã... palavras misturadas esperando minha cabeça avoada colocá-las em ordem, alegria alegria, leãozinho, Caetano cantarolando, marido chegando em casa com boas notícias!
Eu sabia, que a segunda-feira seria um dia especial... um dia novinho em folha. Pra uma segunda feira, seria atípica... e foi.

Tinta espalhada na mesa da copa, um frio de congelar, a louça me esperando na pia da cozinha, filhos brincando e nem sonham com quem vai chegar... Vocês também podem não estar entendo tanta informação, sem sentido ainda, mas acho que até o fim da semana, mostro os novos moradores desse lar...

Agora, mão na massa pois tenho muito trabalho...
Beijinhos
Estou feliz feliz!!