quinta-feira, 29 de abril de 2010

Olhe


Será que o modo como olhamos as coisas a nossa volta, e como as julgamos, vem de dentro de nós, e não do externo, da aparência que as coisas tem? Não sei se é fácil entender isso. Mas, me pego sempre a pensar no olhar que deitamos aos fatos da vida. Como vemos o que existe e como vemos oque queremos ver naquilo que existe. E daí as confusões.


Olhamos o pedinte e podemos ver múltiplos seres ali. O bêbado, o vagabundo, ou um ser humano desacreditado de si. Vemos uma pessoa mal vestida e ela se torna invisível, ou um mero motivo de chacota. Vemos um muro grafitado, ou apenas uma pichação. Depende do nosso olhar? Depende de nós, vermos a beleza de uma flor, ou olhar apenas os espinhos. Um prédio antigo pode ser visto como algo a ser demolido, ou como uma possibilidade de restauração.


O que você vê hoje, a sua volta?


As fotos postadas aqui, são do Edno, meu marido. É o olhar dele sobre as coisas que o cercam. Eu amo esse olhar...

6 comentários:

  1. Muito Obrigado por acreditar neste olhar... Te amo muito minha pretinha. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Idem... meu anônimo tem nome, Edno.

    ResponderExcluir
  3. Ai Josi, que post ótimo!! Adoro quando as ideias (e visões) de alguém me fazem repensar nas minhas. E as fotos são a visão de seu marido sobre certas coisas, mas com certeza eu as vi diferente. E isso é muito enriquecedor (e assustador).
    Nossas vivências vão mudando nosso olhar para aquilo que já nos habituamos. Temos que olhar de novo e de novo, com novos olhares, é claro!
    Parabéns pela postagem, e pelo Edno!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada Tati! Vivendo e aprendendo, ou seria vendo e aprendendo...
    beijinho
    Josi

    ResponderExcluir
  5. "Safadenha"...gosta do olhar e de todo o resto né?! Hehehe...Acredito que nosso olhar sobre determinada coisa se altere de acordo com nosso estado de espírito. As vezes passam despercebidas, as vezes revelam boas surpresas a um olhar mais atento. Assim como o amor, não foi um olhar diferente para uma pessoa entre tantas outras que nos fez apaixonar?! Beijocas e bom final de semana para o quarteto.

    ResponderExcluir
  6. É, Taia, um olhar, muda até o tom do que se fala, e as vezes um olhar dispensa palavras...
    um beijinho
    Josi

    ResponderExcluir