quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Livres para ir e vir?

Você pode copiar essa imagem e divulgar como achar melhor, o que importa é a torcida!


Tirei partes deste texto das notícias do terra, pois para transcrevê-los aqui eu teria um trabalho dobrado...

"A cubana Yoani Sánchez, responsável pelo blog Generación Y, postou nesta quarta-feira um protesto quase cifrado em sua página depois de ter sido impedida de sair do país para receber o prêmio Maria Moors Cabot, concedido pela Universidade de Columbia (Estados Unidos).
Esta é a quarta vez em que Sánchez tem sua saída de Cuba vetada pelas autoridades locais. Na sua postagem de hoje, intitulado "Lecciones de biología" ("Lições de Biologia", em tradução livre), a blogueira exibe uma fotografia do escritório de Imigração cubano.
"Máquinas de bypass que se desligam, prantos de bebê que ressonam. Sinais que caem sobre as folhas para negar e censurar; kilobytes que levam minha voz pela Internet sem necessidade de me mover. Alguém que me olha carrancudo enquanto fala pelo walkie-talkie do controle", diz uma versão do blog de Sánchez traduzida para o português.
"Um pássaro chamado Twitter me alça entre suas patas. Escritórios com gente uniformizada que confirma 'você não pode viajar no momento', se bem que já estou a milhares de quilômetros daqui, nesse mundo virtual que eles não podem compreender nem cercar", termina o lacônico comentário de hoje no Generación Y."...

Simples assim... ela, que já roda o mundo com seu blog, que chega a todos os cantos e aos ouvidos que queiram ouvir, não pode deixar a ilha pra receber um prêmio... O que há de mal nessa terra que alguém poderia não querer regressar? Será? Qual o medo? Qual a desconfiança? e nós... podemos ajudar por aqui? o que fazer? Eu queria muito que uma blogeira de coração e coragem, que tateia o mundo na ponta dos dedos, visse esse mundo ao vivo e a cores, queria vê-la receber os prêmios dos quais seu país e seus compatriotas pudessem se orgulhar. Queria vê-la no Brasil para o lançamento de seu livro e quem sabe enfrentar a fila do autógrafo.
Ela somente escreve, sobre banalidades, coisas da vida, do dia a dia, assim como muitos de nós, sem pretenções políticas ou idealismos. Escreve com o coração, sobre seu tempo, seu lugar e sua maneira de ver a vida.
Então, começo aqui uma corrente. Corrente boa, de bom sentimento para que a Yoani ganhe o mundo, (que já é dela)!
Copie o selo dessa corrente e vamos torcer pra que isso aconteça.
um abraço a todos
Josi

3 comentários:

  1. Muy buen blog! Te invito a visitar el mío!

    www.legosargentina.blogspot.com

    Muchas gracias!

    Tambien estamos en Facebook, hacete fan de Legos Argentina

    ResponderExcluir
  2. Hoje senti o que é não exercer esse meu direito. ìa ao teatro e até tinha comprado os ingressos. Mas para ir teria que passar por uma rua atrás de uma favela onde a polícia militar está e tive receio.... uma pena isso. Gostaria que meu problema fosse sair do país... mas a entendo bem.

    beijo

    ResponderExcluir