quinta-feira, 5 de março de 2009

O gesto da fala


Falar é um ato de coragem.
A maneira como nos comunicamos com o mundo, a entonação, a respiração no falar, nos coloca em posição de defesa, de ataque ou de imparcialidade.
O gesto da fala, aquilo que não é falado diretamente, o que está nas entrelinhas, isso é que conta mais, pois chega primeiro ao coração.
Existem muitas maneiras de se dizes a mesma coisa. Mas existe uma, que não deve ser dita. Podemos procurar a melhor maneira pelo gesto da fala. Assim como podemos ver, com os olhos da alma, ouvir com o coração, também podemos falar com mais calma. E dizer com mais clareza a mensagem. Sem rodeios, sem floreios, mas com sensibilidade, pra perceber no outro a receptividade desse gesto.
Nem sempre sabemos tudo, nem sempre estamos a par dos problemas e das dificuldades de quem está a nossa volta. Nossas preocupações acabam sendo sempre maiores que as dos outros, nosso cansaço é sempre insuportável, nossas urgências mais imediatas, nosso humor mais ácido. Basta um gesto. Os problemas existem para solucionar-mos. O cansaço existe para que sejamos recompensados com o descanso. As urgências, estão aí para aprender-mos que tudo tem seu tempo e hora. E o humor... paciência. Aprendemos com ele também, que há hora de rir e de chorar. Melhor se forem na mesma hora. Chorar de rir.

2 comentários:

  1. Palavras são instrumentos perigosos...
    Tão lindas quando bem combinadas, horríveis quando lançadas a facadas...

    Palavras...
    as três mais belas?

    eu te amo.

    beijo, beijo, beijo...

    ResponderExcluir
  2. Como eu queria saber lidar bem com as palavras...
    Mas as vezes elas me fogem, outras tantas ela se atropelam e saem da boca sem que eu perceba. Com o tempo tenho tido mais compreensão, e com ela me veio a calma de pelo menos faze-las andar em fila e de impo-las a minha vontade.
    É tão fácil lidar com as palavras dos outros, mesmo elas nos ferindo. parece tão mais certo, mais concreto, mais estável.

    Sorte minha que há palavras certas para reparar as coisas, e também aquelas capazes de nos fazer ganhar o dia.
    Eu amo você! e se você me falar o mesmo então... apaga todas as palavras incertas que já escutei na vida, seja de quem for... porque é o apoio de vocês que realmente me importa!

    ResponderExcluir